Piadas Secas

Era um menino tão pobre mas tão pobre que a única coisa que pediu pelo Natal foram rabanadas de Vento.

E está é talvez a minha piada mais seca. Mas eu sou um menino do coro à beira do Arcebispo de Cantuária. Alguns clássicos recentes:

  1. Natal é tempo de paz. É relativo. Para um coveiro mesmo o Natal é tempo de pás.
  2. Pensou que a sua ambição tinha asas para voar mas deu um pássaro em falso.
  3. D. Antónia contemplava a vinha nas horas bagas.
  4. Os piolhos revoltaram-se contra o Quitoso quando este matou aquela que era entre eles uma verdadeira lendia viva.
  5. Caso Casa Pia. É nesta fase do julgamento que os arguidos começam a sentir um nervoso miudinho.
  6. O trânsito estava um terror na Al Ameda.
  7. Se o homem já tem tanto dinheiro, porque é que me estão sempre a pedir que faça coisas "pro Bono"?
  8. Tony Carreira vai ser “a cara” do novo GPS da Apple,o i-Destino, i-Destino.
  9. Jeremias, já não vais.
  10. Era ainda um bebé quando vi pela primeira vez as minhas expectativa serem desfraldadas.
  11. Há juízes em Portugal que tratam as lays como meras batatas fritas.
  12. Jacuzzi? Já.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s