Mais um bug estranho

A semana passada troquei 2 gráficas que tinha por uma nova. A nova (MSI GTX 770 Lightning) parece mãe das outras 2.

2013-08-14 19.46.30

Até aqui nada de especial, andava todo contente a jogar. Mas ontem começou a acontecer algo muito… iritante. BSODs, ecrãs azuis e eu a ter de reiniciar o pc! O mais estranho é que já tinha a gráfica há uma semana.

Verifiquei os erros no event viewer, tentei resolver algumas coisas, tirar e meter grafica e discos, mas nada resultava. Gráfica avariada?? O pc funcionava algum tempo e estourava. Então comecei a tirar nota de quando parava:

  • 14:05
  • 15:09
  • 16:14
  • 17:16

Estourava praticamente a cada hora! Uma pesquisa no google e encontrei isto:

http://en.kioskea.net/faq/29514-crucial-m4-how-to-remove-the-5200-hours-bug

Atualizei o firmware do disco e está como novo, nõ estava relacionado com a gráfica! Conclusão: quando acontecem coincidências é muito pior para dar com o problema.

Posted in Geral | Leave a comment

Melhores jogos de 2013

Este jogos não saíram em 2013, mas joguei-os este ano.

Elder scrolls: Skyrim: Matar dragões, descobrir um mundo gigante cheio de mistérios. Quase que sentia o frio nas orelhas ao subir as montanhas geladas. Acho que tirando o céu, consigo aceder a todas as áreas do mapa. 

skyrim

Dark souls: Este é provavelmente o jogo mais difícil que já joguei. O foco é no combate e o que parece masoquismo. Aqui quando vejo uma ponte completamente vazia, começo a ficar com um nervoso miudinho porque sítios grandes vazios costumam ser frequentados por bichos grandes.

Quando se domina o combate é que o jogo começa. O jogo torna-se físico e tenho de estar relaxado a combater. Fico meio zen. Isso até calcar alguma armadilha ou ser bombardeado com setas. Aí zen já não descreve o que sinto. Aqueles arqueiros em Anor Londo…

Image

Don’t starve: Este é um jogo de sobrevivência. Tenho de me manter quente, arranjar comida, não ficar louco e se morro perco tudo e tenho de começar do zero! Posso tosquiar búfalos! Só por isso vale a pena.dontstarve

Portal 2: Tenho de resolver puzzles com uma arma que cria portais. Muito bom!

portal

Guild Wars 2: Este é um mmo. Que é como quem diz, posso tirar um ano de férias e mesmo assim não chego ao “fim” do jogo. Eu gostei  do GW2, as inovações que adicionaram são boas mas algumas coisas tiraram um pouco a piada ao jogo para mim:

  • A história morre quando metem umas figuras estranhas em 3d e se sai do ambiente onde se está;
  • Se for para uma zona de nível mais baixo, o meu nível também desce;
  • Não tem mounts (cavalinhos, coisas que voem, etc.)

Eu percebo porque fizeram todas estas decisões, mas prefiro jogos mais convencionais nestes aspectos. De resto está mesmo muito bom!

guildwars2

Os jogos que estou à espera este ano: Battlefield 4 e Dark souls 2.

De fora ficaram muitos que testei. Já não encontro um jogo de carros que goste há uns tempos. E o mesmo para estratégia. Até vou jogando mas não impressionam como a lista acima.

Posted in Geral | Leave a comment

Vende-mos

Eu nem queria vender, só queria saber quanto davam por eles. Mas quando chego e baixo as calças o homem saca da caçadeira! Na mesma terra disto.

vende
P.S.:Basicamente mudei o blog outra vez para português só para poder mandar esta seca… Tinha de tirá-la do sistema.

Posted in Geral | Leave a comment

Camino di Assisi: free guide inside!

In the summer of 2012 Andreia and I went for a little stroll of 300Km. It took us 12 days.

Day 00

We ate in a little restaurant and there were only 3 other persons around. Very cosy.

In the hostel we found Veronika, she was the only person also doing the walk at the same time as us. The hostel was very hot.

Day 01

Along the way we got a credential stamped. While we waited for a mass to finish, we could look around:

2012-08-23 08.47.12

At night, we stayed in a refuge (from a Brazilian named Sílvia). We are Portuguese, so the coincidence was interesting.

She had cats, dogs, chickens, bees, honey, raspberries, flowers. A very nice farm. She makes onion jam and homemade pesto.

Day 02

2012-08-24 19.24.04

As usual, walking through the nature is great. We stayed in a agro/horsey tourism place. We went to a river close to it and before going to sleep we laid down on the grass in front of our bungalow.

The food was great. It was the first day that we ate bread without salt. Very nice!

Day 03

2012-08-24 08.19.04

We started the day with a strong climb. The views made us feel as if we were inside a postcard. We had done a considerable walk and by that time everything was tasting better.

When we reached the town where we stayed the night, I noticed a boy studying math in a coffee house in a Saturday afternoon in August. Am I the only one finding this unlikely?

We ate in a little nice restaurant. We had “pizza bread” for starters and banana liquor for… dessert. And with a view to the mountains.

Day 04

2012-08-26 08.04.54

The day started with a big storm. The last time it rained was two months before.

We had to stop. We found a refuge called S. Agostino where local boy scouts were doing a show about The Lord of the Rings. They gave us hot chocolate together with a private show.

In the afternoon the weather was good but it got really foggy because of the previous heavy rain.

Andreia and Veronika:

2012-08-26 14.14.30

Almost reaching the highest point of the journey:

2012-08-26 14.45.54

Day 05

This day was very hard. We were lost for about 2 hours. The maps were not the best and it shouldn’t be hard to find a better colour than green for the arrows in the woods.

To compensate, the three of us drank 1.5l of wine for dinner. Very nice!

image

Day 06

We reached La Verna. But before that we went through a fascinating forest just below La Verna.

The pictures I took are not good enough to represent the place. It’s like an enchanted wood with tall trees. It’s a really isolated place. When we were exiting the forest, we went down some little steps next to a closed gate with a big lock. It was like we were coming from a secret passage.

After La Verna we met an old lady from Alaska that was travelling alone. She was going to sleep next to a creepy empty church in the middle of the woods.

La Verna:

2012-08-28 10.51.25

Day 07

2012-08-29 15.20.02

The straight roads were very long. The maps had bugs again. One time the river appeared on the wrong side.

We found a truck selling fruits. While we bought the fruit we found out that the daughter of one of the old men sitting close studied in Portugal. People are always very friendly in these little places.

Tobacco leafs drying:

2012-08-29 15.17.34

Day 08

2012-08-27 17.01.06

Not the best of days. It’s a good idea to stay at the Somaia refuge instead of going directly to the next refuge. There are no shades and a lot of tar roads.

To reach our refuge we started moving faster at the end of the day. Not a good idea. Andreia injured her knee and I injured my Achilles’ heel.

Day 09

2012-08-31 10.53.30

It was raining a lot! And we had to recover, but we didn’t want to lose the day. So the master plan:

  1. Wake up.
  2. ???
  3. Profit!

And by ??? I mean, we took a bus. The bus driver was crazy! He was singing while driving, telling people to get close to him so that he could talk to them. He described the history of the place, complained about the politics, talked about his family. You name it!

Day 10

The fucking hunters day. I hate hunters… They go into those little holes in the ground and start shooting. We could hear guns from all sides. It was not relaxing.

We arrived in Gubbio. Beautiful place. Truffles are found by pigs in this region, so at night we ate some. Not the expensive ones, but not cheap either.

2012-09-01 13.22.55

We saw a Pandamyc. Fiat Pandas everywhere! One time we saw 5 of them in a row waiting for a green light.

During all this time I had no internet access and couldn’t feel the difference between the weekend and the other days. My phone sometimes would show me notifications of meetings that I should go if I was working. They were like little memories from another life where I had responsibilities and boring stuff to do.

Day 11

2012-09-02 13.18.30

We walked through a swamp with a post apocalyptic look and we reached a little village where we assisted to the Palio. It’s a party where there are games played by guys on  horse.

The locals are really supportive of their teams and the winning team partied all night.

2012-09-02 18.21.46

Day 12

The final day. In these journeys, the end feels more like a pause until the next one. Even so, it’s a great feeling!

Zig-zagging to the finish line:

2012-09-03 10.37.32

And here it is San Francisco di Assisi:

2012-09-03 11.51.57

Miscellaneous pictures

2012-08-24 08.17.06

2012-08-25 09.08.12

A lake:

2012-08-26 14.41.07

“Bestiame”:

2012-08-27 15.38.03

“Don’t take the dogs with you! pretty please.”:

2012-08-27 17.17.44

“Danger! Do not cross during mating season!”:

2012-08-30 12.12.06

“A cat”:

2012-08-28 08.12.28

2012-08-28 12.55.10

That is a big log right there:

2012-08-28 11.52.49

Here too:

image

Michaelangelo’s masterpiece in his hometown Caprese:

2012-08-29 08.31.05

WC stop:

2012-08-29 09.31.20

The same lake:

2012-08-29 13.25.17

Duck crossing:

2012-09-02 06.49.21

2012-09-02 07.08.16

Bonus Picture

2012-09-04 15.15.27

Bonus picture: San Marino, not very far from San Francisco di Assisi

Tips

What worked for us: Go light, practice before with the shoes you are going to take, stretch when you finish the walk and use a decent map. It’s a free guide, what did you expect?

And this is how our honeymoon went.

Posted in Geral | Leave a comment

Demanding to pay a fine (the volgon way)

So today I got a registered letter from my old university saying that I need to pay a fine of 4.5€. It seems I did not pay something on time in 2005. To register a letter they pay about 2€. So to get a profit of 2.5€ they did the following:

  • Someone updated a document with my name.
  • Printed the document.
  • Some supervisor signed it.
  • Someone delivered the letter to the post office.

If I don’t pay they will cancel the year, but I already have a certificate saying I have the degree. So they gave me a diploma without checking pending debts and 5 years (!!) later they send a letter that someone signed (not me) demanding to pay a fine.

Yeah… I’m going to sleep on it.

Posted in Geral | 1 Comment

Montar PC: Como escolher fonte de alimentação

No meu último post em que explico como testar uma fonte de alimentação insisto que devemos ter uma boa fonte. E como escolho uma boa fonte de alimentação?

Potência

Normalmente as fontes são mais eficientes com cerca de 50% de carga (load). Logo convém que não seja nem muito potente (mais não é sempre melhor), nem muito fraca.

Além disso a carga varia. No meu caso se estou a ver páginas e a ouvir música gasto uns 100 watts. Se estou a jogar por exemplo o The Witcher 2 vai aos 200w. Não estou a contabilizar os meus 2 monitores de 24’’. Estes monitores gastam 35w cada, o meu candeeiro da mesinha da cabeceira gasta 65w (sim, tenho de trocar a lâmpada).

Para obter valores exactos comprei um medidor de watts (ver imagem). Custam uns 15€ mas valem o peso em ouro desde que pesem 15€ de ouro. Não façam como eu, verifiquem quais os watts mínimos e máximos que o aparelho lê. O que comprei só regista acima de 15w, logo não posso testar quanto gasta o pc em stand by. 

Este aparelho além de ser bom para saber exactamente que tipo de fonte se precisa, também ajuda a poupar energia em casa. Já receberam alguma conta de electricidade astronómica e ficaram a pensar que raio se passa? Isto encontra o problema.

Eficiência

Como falei no meu último post, as fontes de alimentação convertem AC em DC, mas conversões energéticas perdem energia pelo caminho. Logo nesta conversão gera-se calor e desperdiça-se electricidade. Nos dias que correm uma boa fonte tem o certificado 80 Plus Gold. Este certificado garante que a fonte fornece pelo menos 90% de eficiência com uma carga de 50%. Ao fim do ano com o que poupam podem fazer umas férias. Pequenas e baratas. E em casa.

Cabos modulares

Já viram aquela cena no Indiana Jones em que num jantar servem uma cobra e quando a cortam começam a sair cobrinhas por todo o lado? As fontes de alimentação são iguais, quando se tira aquela tampa da caixa começam a sair fios por todo o lado! 

E para que serve tanto fio? Muitos deles para nada. Mas fica mais barato fazer uma fonte com os fios presos do que fazer uma fonte modular em que só encaixamos o essencial. Uma fonte modular permite ter uma caixa como a seguinte:

Estão a ver o que está a acontecer? Só saem da fonte os fios necessários e estes fios passam por trás da motherboard, logo com uma fonte modular e uma caixa com buracos para a parte de trás (como esta) podemos diminuir nos fios e arrumá-los para segundo plano. Parece higiene a mais? Joguem ao munelhos e depois já têm uma ideia do que acontece quando querem meter uma plaquita PCI e o PC deixa de funcionar porque saiu um fio que nem conseguem ver… Meter um componente num PC em 2011 não devia ter semelhanças com um jogo de roleta russa.

Ruído

Tenham em atenção o ruído que a fonte faz. Convém que seja abaixo dos 40 dBA em qualquer carga. Mesmo que não tenham o PC no quarto reparem na sensação quando desligam o PC barulhento.

Expandir

Ao escolher a fonte convém contar com os upgrades possíveis. Vão meter uma placa gráfica em paralelo em SLI ou crossfire? Vão ligar uma máquina de tirar finos USB? Isto convém estar contabilizado para manter a fonte útil durante muitos anos.

Compatível

Esta dica é mais para quem compra pela Amazon e afins. Reparem se a fonte de alimentação é compatível com as fichas que usam.

Conclusão

A maioria das pessoas precisa de algo simples, mas é bom saber as opções disponíveis. Acima de tudo evitem comprar fontes fracas!

Posted in Geral | Leave a comment

Como testar fonte de alimentação do computador

Artigo muito técnico, convém pelo menos saber montar um PC para dar utilidade a esta informação.

Porquê testar a fonte? Já alguma vez tiveram PCs a desligar-se numa casa e não noutra? PCs que estão bem durante 10 horas e depois desligam-se?  Estes problemas misteriosos normalmente são o resultado de uma fonte de alimentação podre e costumam criar os problemas mais aleatórios e difíceis de resolver.

Antes de mais um pouco de informação acerca das fontes de alimentação. As fontes de alimentação convertem a corrente AC das fichas na parede AC em corrente DC. As fichas da parede mandam cerca de 230 volts (representado pelo V) e os PCs precisam normalmente entre 3 e 12v. Os volts são o equivalente à pressão da água. Quando esta pressão eléctrica é baixa ou alta os componentes do PC podem estourar. E tal como a pressão de água, também há picos de pressão eléctrica, o que é mau.

A seguir vou explicar como fazer testes à fonte:

  1. Testar uma fonte de alimentação sem usar a motherboard.
  2. Testar se a fonte de alimentação está a converter correctamente a corrente AC para DC. (Medir os volts)
  3. Soluções alternativas

Obviamente não me responsabilizo por erros vossos, podem apanhar choques e queimar componentes.

Testar uma fonte de alimentação sem usar a motherboard

Este teste é útil porque isolamos a fonte e com isto isolamos o problema. A fonte vai ligar automaticamente sem precisar de carregar no botão de power. Basicamente vão fazer uma ligação directa na fonte de alimentação. Passos:

  1. Desliguem todos os cabos da fonte de alimentação.
  2. Desliguem a fonte (no botão).
  3. Arranjem um clip ou um fio metálico com isolamento (é melhor este porque… isola) e liguem o fio verde a um preto (como na imagem). Os fios pretos são todos fios terra e os outros são todos positivos. Mais info daqui a pouco.
  4. Liguem p.e. uma ventoinha do PC à fonte.
  5. Liguem a fonte (no botão).

Com isto a ventoínha deve começar a rodar, se a ventoinha não rodar a fonte está queimada.

Testar se a fonte de alimentação está a converter correctamente a corrente AC para DC. (Medir os volts)

A fonte de alimentação até pode estar a funcionar, mas não totalmente. A ficha principal da fonte de alimentação (Ver imagem abaixo) tem vários fios de várias cores, e a cada cor corresponde uma voltagem diferente. Se as voltagens não estiverem nos valores correctos a fonte está queimada.

Para testar os volts precisamos de um multimetro (é multi porque mede volts AC, volts DC, amperes e ohms (a unidade do Nuorte)). Um multimetro custa cerca de 15-20€  e dá para medir desde fontes de alimentação, a pilhas, tomadas, carregadores de telemóveis, etc.

Na BIOS do PC é possível ver os volts, mas multimetro (ver imagem abaixo) é muito mais fiável.

O que queremos medir é corrente DC, logo temos de ajustar o voltímetro para o V com as 2 linhas. Na imagem dá para ver que existem muitas opções no DC, mas o que queremos é colocar no 20. Estes valores são para definir a escala a que queremos medir. Imaginem que querem pesar 100g de farinha, não usam a balança da casa de banho para isso. Aqui é o mesmo, ajusta-se a escala para o 20 porque vamos querer medir volts na gama dos 3v a 13v.

A Direct Current (DC) circula só numa direcção, a Alternate Current (AC) circula em duas direcções. Não sei o que isto significa, mas sei que uso isto para me lembrar que o símbolo de corrente directa é mais… direito. OK, vamos medir as voltagens? Ainda não, está quase!

Primeiro temos de saber a que voltagem corresponde cada cor:

  • Preto – Fio terra (GROUND)
  • Verde – Especial, para ligar a fonte directamente.
  • Laranja (Orange) – +3.3V
  • Vermelho (Red) – +5V
  • Amarelo (Yellow) – +12V
  • Roxo – +5VSB
  • Azul – -12V

Já usaram o verde e um preto para fazer a ligação directa (tópico anterior), agora vamos poder usar os outros. Pus o nome das cores em inglês porque é uma boa maneira de lembrar as 3 voltagens principais (3.3, 5 e 12v). Se ordenarem por ordem alfabética da cor também têm ordem crescente da voltagem.

Como os volts variam um pouco, convém ler o manual da fonte para saber a variação possível de cada voltagem. Mas regra geral a variação permitida é de +/-5%.

  • +12V: Os PCs retiram cerca de 70 a 95% da energia que necessitam desta voltagem. CPU, gráficas, discos, ventoínhas, chipsets principais da motherboard, drives ópticas, etc. Logo com a variação de 5% os valores têm de estar entre 11.40V e 12.60V.
  • +5V: Usado para chipsets da motherboard, algumas ventoinhas, aparelhos usb, etc. Logo com a variação de 5% os valores têm de estar entre 4.75V e 5.5V.
  • +3.3V: Usado na RAM, chipsets da motherboard, etc. Logo com a variação de 5% os valores têm de estar entre 3.20V e 3.46V.

As outras cores não são tão importantes, têm mais informação nos links no final.

Está na hora:

  1. Liguem alguns componentes à fonte, convém que estejam a usar 20-30w, uns 15% do que costumo usar (ver link). Quando testo a minha fonte actual, tenho valores errados se só tiver uma fan ligada. Se ligar alguns componentes já ficam dentro da variação.
  2. Façam ligação directa (com o clip) como mostrei no tópico anterior.
  3. Liguem o multimetro e ponham no modo DC 20. Neste momento já devem ter ligado os dois sensores no multimetro, um fio preto e um vermelho cada um com pontas metálicas, ver imagem seguinte.
  4. Para cada cabo que sai da fonte encostem num fio preto o sensor preto do multimetro, e o sensor vermelho do multimetro num fio de cor.
  5. Deixem estar o sensor preto e vermelho durante uns 10 segundos para confirmar que não há picos de corrente.
  6. Se os valores estiverem dentro dos 5% de variação , a fonte está boa, senão a fonte está queimada.

Como podem ver na imagem este encaixe (molex) está a marcar 5.18 para o fio vermelho (5v), logo está dentro dos limites tolerados (entre 4.75V e 5.5V).

Vejam este vídeo e vejam os links das referências, convém assimilar bem os conceitos se não querem assimilar uma faísca…

Soluções alternativas

Apesar de tudo isto só mostra que a fonte está má, não prova que a fonte está boa. As fontes são manhosas. Um problema da solução anterior é que podem ter picos de corrente em apenas certas alturas. Para medir esses picos podem usar um osciloscópio. Não faço ideia como usar este aparelho, só sei que são mais caros que uma boa fonte nova.

Logo a solução seguinte é a mais simples de todas: Tenham uma fonte de alimentação para testes que saibam que está boa. Troquem por umas horas e vejam se tudo corre bem.

Ainda existe outra solução: Comprar um medidor de fontes de alimentação. É um encaixe que se coloca no cabo de 20/24 pinos que indica se tudo está bom. Ainda prefiro o multimetro, é mais versátil.

P.S.: Os problemas mais difíceis que tive até hoje foram: fontes queimadas; dois problemas em simultâneo; um parafuso que ficou preso na motherboard e eu não o vi e a motherboard fazia contacto e nem sequer ligava. E os vossos?

Posted in Geral | 6 Comments